Leão

Gigante em tamanho como em doçura!

Nome: Leão
Sexo: Macho
Altura em caso de ser canideo (do chão até meio das costas) : 64 cm
Castrado/Esterilizado: Não
Idade: Nascido em 2005
Peso: 44kgs
Situação clinica: tem doenças conhecidas? Quais? Leishmaniose controlada e problemas cardiacos também controlados com medicação
Gosta de crianças?: Não tem convivido com crianças.
Gosta de gatos?: Não tem convivido com gatos.
Gosta de cães?: Fêmeas sim.
Carácter:
Calmo / Sossegado / Meigo / Carinhoso / Simpático
Com pessoas: 
Gosta muito de pessoas.

Outros registos: 
Gosta de dar umas corridinhas e de receber mimos.

Hotel / Fat / Rua: Hotel
Localidade: Palmela - Margem Sul do Tejo

Contactos para adopção : Cláudia Dias 932765362 ou Patricia Oliveira 965558259

**Em caso de ser Canideo**
Gosta de andar de carro? : Sim

Sabe andar á trela?: Sim

HISTÓRIA:
De onde veio / Estado físico e psicológico :
Veio de um caso que tivemos conhecimento em Janeiro 2009, de uma senhora acumuladora de animais no Monte de Caparica. A mesma tinha ordem da Câmara Municipal para retirar os 40 cães do local onde os albergava em péssimas condições pois toda a situação constituía um perigo para a saúde pública.
Na altura o Leão estava à corrente, muito magro e carente.
Já estando sobre a nossa protecção foi-lhe diagnosticado um tumor no maxilar, ao qual foi operado e recuperou muito bem.
Devido à Leishmaniose tinha sempre uma ferida na orelha que teimava em não sarar. Optou-se por operar a orelha, fazendo um corte na mesma de forma a eliminar a ferida e um constante foco de infecção. Recuperou muitisimo bem desta cirurgia e nunca mais teve feridas na orelha.
Em Abril de 2014 foi ao veterinário para check up porque teve uma perda de peso significativa e estava com as unhas um pouco grandes.
Tirou sangue para análises bioquimias, hemograma e análise Leishmaniose.
Parâmetros hematológicos e bioquímicos estavam todos dentro dos valores de referência e a IFI de Leishmania deu uma fluorescência basal na titulação de 1/40, o que requere nova titulação dentro de 4 a 6 meses.
Foi também detectado sangue na urina (hematúria) mas sem dor (disúria), para o qual foi medicado com 10 dias de ciprofloxacina 500 mg.
A auscultação cardíaca revelou uma taquiarritmia sugestiva de cardiomiopatia dilatada. Foi receitado Cardisure/Vetmedin 5mg (2 x dia) e enalapril 20 mg SID.
Foi recomendado a realização de electrocardiograma e ecocardiografia, exames que realizou e revelaram a presença de sopro cardiaco associado a arritmia mas que estava não constituia problema grave desde que o animal continua-se medicado e com controlo regular através da realização de exames.
O Leão tem vivido a sua vida normalmente, anda bem disposto e sempre pronto para um passeio cheio de mimos.

 

Data de resgate: Connosco desde Janeiro 2009